logo fims 2022-02.png

Cantabile 

Sexta 29 de Julho

20h

Teatro Marajoara

Baritono Francis Padilha.jpeg
Francis Padilha
Barítono

Francis Padilha – Barítono e Regente Coral 

Graduou-se em Canto em dezembro de 2005 e em Regência Coral em agosto de 2009 na Universidade Federal do Rio Grande do Sul-UFRGS. 

Participou de master classes com os professores Uwe Paul Lohse/Alemanha, Stephen Smith/EUA, Raquel Pierotti/Espanha, Neide Thomas e Rio Novelo/Curitiba, Mazias de Oliveira/EUA, Luiza Gianinni/Itália, Juremir Vieira/Brasil e Eiko Senda/Japão. 

Foi professor convidado para as classes de técnica vocal nos Painéis de Regência Coral da Fecors-RS, Festival de Inverno de Londrina-PR e Laboratório Coral de Itajubá-MG. 

Tem cantado com as orquestras do estado do RS diversas obras tais como: Requiem de Faure, Magnificat e Osteroratorium de Bach, Missa em G de Schubert, Oratório Messias de Handel e de Natal de Saint-Saëns, Missa Brevis e Vesperae Solennes Confessore de Mozart, Carmina Burana de Orff e as Óperas Carmen de Bizet e Amahl de Menotti, além de musicais, óperas de bolso e música de câmara para salas de concerto e teatro. 

Trabalha como regente e preparador vocal desde 1999. 

Atuou e fez orientação vocal dos musicais O Linguiceiro da Rua do Arvoredo e Saltimbancos. Preparou vocalmente os musicais Lupicínio Rodrigues e Corcunda de Notre Dame e as peças Ayê, Night Club e Terra do Nunca II. Foi professor de voz na Casa de Teatro de Porto Alegre no ano de 2014. 

Em abril de 2011 ganhou o Prêmio Juri Popular e o 3º lugar masculino no Concurso Internacional de canto Bidu Sayão. 

Cintia1.jpg
Cintia De los Santos
Soprano

Cintia de los Santos 

Soprano Lírico brasileira, atua como intérprete e preparadora vocal no Brasil e no exterior há 30 anos. Desde 1991 estuda com profissionais da Ásia, Europa e Estados Unidos. Em 1997 foi aprovada na Schola Cantorum de Basel/Suiça e no Conservatório de Música de Lyon/França. Em 2004 foi aprovada para o Mestrado em Canto Barroco na Tokio Geidai University, Japão. Em 2008 foi bolsista do curso de Mestrado em Ópera na University of Southern Mississippi (USM), nos Estados Unidos. Em 2004 destacou-se como a primeira soprano lírico brasileira a cantar as obras barrocas “O Messias” de G.F. Händel e “Paixão Segundo São Mateus” de J.S. Bach na Sala de Concertos da Cidade Proibida de Pequim, na China. É vencedora do Prêmio Açorianos de Música 2020 como melhor intérprete de música erudita pelo CD “Serenata – Canções para Soprano e Fortepiano, e solista convidada para apresentações de repertório Erudito, Popular nacional e internacional. 

Contato: 

51-99624.7918 (whatsapp) 

E-mail: contatocintivox@gmail.com 

https://www.youtube.com/c/CintiadelosSantos 

Rodolfo Wulfhorst foto 2.JPG
Rodolfo Wulfhorst
Pianista

Rodolfo  Daniel Wulfhorst - Pianista e Regente 

Natural de Ijuí/RS, começou a estudar piano aos 8 anos de idade com sua mãe, Dorothea Wulfhorst. Formado em Ciências da Computação, concluiu seu mestrado em Inteligência Artificial aplicada à Música em 2002 (UFRGS). Concomitantemente estudou piano com Ney Fialkow pelo Curso de Extensão em Música do Instituto de Artes da UFRGS. 

Desde 1992 atua como pianista acompanhador, tendo atuado com conceituados músicos do cenário erudito gaúcho e brasileiro. Tem extensa atuação como pianista em montagens de óperas em formato "de bolso". Podemos destacar obras de Donizetti (L´Elisir d´Amore) , Pergolesi (Serva Padrona), Mozart (Flauta Mágica, Bastien und Bastienne, Bodas de Figaro) , Verdi (Traviata, Rigoletto e Otello), Puccini (Madama Butterfly, La Bohème), Gounod (Romeu e Julieta), Bizet (Carmen) Leoncavallo (Pagliacci), Bernstein (West Side Story), Debussy (L’Enfant Prodigy). Participa atualmente dos projetos “Terça Lírica” e "Arte Lírica", que ocorrem, respectivamente no Palácio da Justiça de Porto Alegre e no Foyer do Teatro São Pedro em Porto Alegre. 

Como pianista e organista, participou ainda da realização de obras corais como: Requiem de Mozart (Grupo Provox sob regência de Guilherme Rodrigues e preaparação vocal de Elisa Machado), Gloria de Vivaldi (Madrigal Presto, sob regência de João Paulo Sefrim) , Requiem de Fauré (Grupo e Orquestra Cantabile sob regência Delmar Dickel) , Cantatas de Dietrich Buxtehude (Orquestra e Coro da UCS, sob regência de Manfredo Schmiedt), Lobgesang de Mendelssohn (regência de Manfredo Schmiedt), Magnificat de John Rutter (coros da UFRGS, PUC e Cantabile, sob regëncia de Márcio Buzatto) entre outros 

Atualmente atua ainda como organista e pianista na Igreja da Reconciliação em Porto Alegre e na Comunidade Evangélica de Canoas. 

Programa
 

Canções Norte-americanas

 

Erroll Garner (1921–1977) - Misty  

 

L. Bernstein (1918- 1990)  - Somewhere 

 

Cole Porter  (1891-1964):

  • All through the night

 

Canções Brasileiras

 

Hekel Tavares - Azulão

Heitor Villa-Lobos - Nesta Rua

 

Francisco Mignone (1897-1986) – Alma Adorada


Marlos Nobre (18/02/1939) Ciclo Beiramar 

  1. Estrela do mar 

  2. Iemanjá Otô

  3. Ogum de lê

 

Ernani Aguiar (RJ, 1950) – Cantos Conhecidos:

1 – Bão balalão, senhor capitão

2 – Sapo cururu

3 – Cai, cai balão

 

 

Canções Latino-Americanas

 

Astor Piazzola (1921-1992)

  • Alguien Le dice al Tango (Tango)

  • Jacinto Chiclana (Milonga)

  • El Titere (Milonga Tangueada)

 

Carlos Gardel (1890-1935)

  • Uno 

  • Por una cabeza 

  • El dia que me queiras - Duo*